Oficinas / Concursos Culturais

2016



 "REALIZAÇÃO CINEMATOGRÁFICA" com o cineasta Leo Leite, de 25 a 27 de julho, no Colégio e Cursos Santa Rita de Cássia!
São 30 VAGAS gratuitas para quem quer conhecer um pouco mais o mundo do cinema! Já pensou em gravar seu próprio filme??? O material produzido será lançado com a participação dos alunos no Festival Curta Coremas!!!
Para participar é fácil: envie uma mensagem na página Festival Curta Coremas com NOME, IDADE e TELEFONE e garanta sua vaga!
SOBRE O FACILITADOR:
Leo Leite é graduado em comunicação social na UFPE. Trabalhou como oficineiro no projeto Realizando em 1 minuto em várias cidades do estado de Pernambuco, totalizando mais de 50 oficinas. Também realizou oficinas de cinema para crianças nos festivais Curta Taquary e Criancine. Atualmente está dirigindo seu primeiro longa-metragem: Foi no Carnaval que Passou.
SOBRE A OFICINA:
Busca jovens criativos e interessados na área audiovisual. Durante três dias os alunos terão acesso à linguagem cinematográfica de forma teórica e prática. Vai ser realizado um curta-metragem de até cinco minutos, em média, que retrate a cidade de forma poética e visual.

___________________________________________________________________________


2015

SOBRE O WORKSHOP:
Breno César usa um pouco de sua experiência para debater a importância das escolhas e composições na direção de fotografia em audiovisual.

SOBRE O MINISTRANTE:
            Fotógrafo e videoartista. Fez graduação em Arte e Mídia pela UFCG (Universidade Federal de Campina Grande).  Em audiovisual realiza curtas e videoartes. Nos últimos anos, tem atuado como diretor de fotografia em longas metragens, séries para tv e curtas metragens, sendo alguns deles premiados em festivais pelo país. Em 2015 rodou seu mais recente trabalho como diretor, o curta-metragem "A menina banda" que está em fase de montagem. Na área de fotografia still, vem aprofundando uma pesquisa experimental em abstrações orgânicas, e com esse tema realizou as exposições “Pequenos Infinitos”, “Até Que os Sentidos Se Percam” e seu mais novo trabalho “Paixão Plástica”. Realizou também exposições em outros estados como SP, BA e PB. Eventualmente ministra oficinas de “linguagem e composição fotográfica”, “fotografia para vídeo” e “audiovisual: linguagem e ação”.


SOBRE O WORKSHOP:
Voltado para professores e educadores, o workshop cinema e educação propõe discussões sobre o uso do audiovisual no processo educativo.

SOBRE A MINISTRANTE:
Professora Associada do Centro de Educação da UFPB; líder do Grupo de Pesquisa “Políticas Públicas, Gestão Educacional e Participação Cidadã”, atua nas Linhas de Pesquisa “Políticas Públicas e Práticas Educativas” e “Linguagens Audiovisuais, Formação Cidadã e Redes de Conhecimento”, nas quais coordena o Projeto Educação Legal e o Projeto Cinestésico - Cinema e Educação, respectivamente.
Graduada em Letras (UFRJ) e Comunicação Social (UFPB), Mestre em Educação (UFRJ), Doutora em Educação (UFF/RJ) e Pós-Doutora em Educação (UERJ). Cineclubista desde a década de 1970.
            Em 2008, idealizou e coordenou a primeira edição da Mostra Interestadual do Cinema Paraibano, que pesquisa, exibe, divulga e debate a produção cinematográfica de diversas cidades paraibanas em diferentes municípios e instituições nos estados do Rio de Janeiro e da Paraíba. Em 2014, a Mostra cumpriu a sua 7ª edição.
Coordena, ao lado do cineasta Torquato Joel, há 4 anos, o Projeto JABRE – Laboratório de Roteiro para Jovens do Interior da Paraíba.
Ministra oficinas de linguagem cinematográfica em diversas regiões do Brasil.





SOBRE A OFICINA:
Teoria e prática da linguagem do cinema, com realização de um filme como conclusão das atividades. Apenas 30 vagas! INSCREVA-SE!

QUEM PODE SE INSCREVER?
Qualquer pessoa com idade acima dos 13 anos

COMO SE INSCREVER?
Envie uma mensagem na página oficina do festival com seu nome completo, motivo de interesse na oficina e telefone.

QUANDO E ONDE SERÃO AS AULAS?
As atividades começam no dia 22 de julho, as 19h no auditório do Colégio e Cursos Santa Rita de Cássia, indo até o dia 25.

SOBRE O MINISTRANTE:
Saullo Dannylck atua como fotógrafo documental e etnográfico, graduando do curso de artes visuais. Diretor da produtora Azougue Filmes, que tem como objetivo difundir o cinema e oportunizar produções e eventos de formação técnica e de público no interior da Paraíba. Em 2015 lança seu primeiro livro de fotografia. Um trabalho de fotografia documental que teve sua preparação e pesquisa nos últimos 5 anos. Tem por título “Alma Passageira”. Ministra oficinas de formação audiovisual, tendo-as realizado na Paraíba, Ceará e Pernambuco. Participa da coordenação do Jabre - Laboratório para Jovens Roteiristas da Paraíba. Já atuou com direção de fotografia, assistência de direção de fotografia, still e making-of em curtas e longas metragem nos últimos anos.

-------





EDIÇÕES ANTERIORES


Para participar das oficinas o(a) interessado(a) deverá enviar email para festivalcurtacoremas@gmail.com com nome, idade, telefone e uma frase contanto o(s) motivo(s) pelo qual se interessou em participar da atividade. Após isso, a equipe do Curta Coremas entrará em contato com a confirmação da inscrição.

OFICINA 1
CINEMA DE 1 MINUTO
30 vagas
Ministrante: Marcelo Quixaba (Estudante e Cineasta)

Data de realização: 3 a 5 de maio
Uma abordagem teórica - pratica com enfoque nos aspectos que caracterizam o formato do minuto, sua apropriação como expressão artística, e ainda sua importância no contexto interiorano da Paraíba. Durante o curso, no exercício prático serão realizados vários minutos.

Tópicos
Manuseio de equipamentos, estudo da linguagem, noções de montagem, a aplicabilidade do cinema de grupo, dispositivos móveis (MP4s, smartphones, tablets…), orientação sobre os softwares de edição e conversão de videos, introdução aos movimentos de câmera, questões sobre cultura digital, software livres, festivais do minuto, análise de regulamentos, reflexão sobre o Vimeo e Youtube.

Ministrante

Marcelo Quixaba é estudante da UFPB (Universidade Federal da Paraíba). Atuou nos projetos ViAção Paraíba e Espelho Fotográfico, é diretor dos curtas-metragens "Direita" e "A última oração", este último vencedor do III Cinecongo, foi vencedor ainda do Festival do Minuto 2009 com "No escuro", que em 2011 ganhou prêmio de "Melhor fotografia" no VI Comunicurtas UEPB. Com o filme "Com tato" venceu o 1° Festival de Micrometragens da TV Cabo Brancoe  a tualmente é coordenador do projeto "Janela do mundo - Audiovisual documental" BNB 2011 além de ministrar cursos livres de Audiovisual e cinema.


CONCURSOS CULTURAIS


VIDEOMINUTO
(Mostra Competitiva Rio Turbinas)

1.   Estão aptos a concorrer nesta categoria moradores da cidade de Coremas de todas as faixas etárias, com vídeos de duração de 1 minuto feitos em qualquer plataforma (celular, câmera digital, beta-cam, VHS, S-VHS, BETACAM, DV-CAM, Mini–DV, 16mm e 35mm, suporte Celular e/ou câmera digital, dentre outros) exigindo-se, para seleção, duas cópias em DVD do trabalho.
2.   Os filmes deverão ser entregues na Loja ARTeCOR do proprietário Daniel Pires (vizinho a lanchonete Multi-Mistura - Fia) na avenida principal da cidade.
3.  Além do filme, o realizador deve preencher, assinar e anexar a ficha de inscrição (disponível aqui) junto ao DVD de seleção.
4.   O prazo para inscrição vai até o dia 30 de abril de 2012, podendo haver alteração, caso haja necessidade.
5.   O melhor vídeo minuto, segundo o júri oficial, ganhará o troféu Mãe D’água de Incentivo ao Realizador. Que será entregue na cerimônia de premiação do festival.

CONTE UMA “ESTÓRIA”
(Concurso de textos para adaptação cinematográfica)

1.   Estão aptos a concorrer nesta categoria, estudantes do ensino médio de qualquer instituição da cidade de Coremas, com trabalhos escritos de forma individual ou em grupos de até 3 pessoas.
2.   Os textos deverão ser escritos no formulário padrão, que será disponibilizado nas secretarias das escolas participantes a partir de 13 de março de 2012.
3.   Não há restrição quanto ao número de textos inscritos por cada aluno ou grupo, porém no caso de mais de um trabalho, os textos devem seguir em formulários separados, sendo um para cada ideia.
4.   Cada escola receberá uma urna onde o concorrente colocará seu texto até que o objeto seja recolhido para a análise das obras e escolha da melhor estória segundo o júri oficial.
5.   As urnas ficarão nas escolas até o dia 6 de abril de 2012.
6.   O aluno ou grupo de alunos que escrever a melhor estória, segundo o júri oficial, participará de todas as etapas de produção e pós produção do filme oriundo do texto vencedor.
7.   O melhor texto será premiado com o troféu “Mãe D’água de Incentivo a Criação Artística”.
8.   Durante a semana universitária, de 24 a 31 de dezembro de 2012, os filmes produzidos por este concurso formarão a I Mostra de Cinema das Escolas Coremenses.




EDIÇÃO ANTERIOR


ATUAÇÃO PARA CINEMA E TV (30 vagas)
ministrante: Marcélia Cartaxo (Atriz e diretora)


      Com vasta experiência no cinema e na TV, Marcélia Cartaxo, renomada atriz paraibana ministrará oficina de atuação no sábado (9/04) na parte da manhã e tarde.

Sobre a atriz:

Marcélia de Souza Cartaxo atuou em vários filmes e novelas. No cinema teve destaque no filme A hora da estrela, baseado no romance de Clarice Lispector, que lhe rendeu vários prêmios, inclusive Urso de Prata no Festival de Berlim, outro papel de destaque foi a prostituta "Laurita", ao lado de Lázaro Ramos no filme Madame Satã.
Na televisão seus trabalhos mais recentes foram: "Desejo Proibido" (2007), "A pedra do reino" (2007).
No cinema suas mais recentes atuações foram no curta "Doce de côco" (2010) e no longa "Baixio das bestas" (2007).


LINGUAGEM AUDIOVISUAL (30 vagas)
ministrante: Virgínia Gualberto (Doutora em Educação e bacharel em comunicação social)

            Virgínia Gualberto faz parte do quadro de professores da Universidade Federal da Paraíba.
         Doutora em educação, bacharel em comunicação social é também coordenadora do projeto "Cinestésico" e idealizadora/diretora  da "Mostra Interestadual do audiovisual paraibano" que ocorre na Paraíba em João Pessoa, Cajazeiras, Bananeiras e Queimadas; no Rio, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ e na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRJ
A oficina de "Linguagem audiovisual" vem proporcionar aos alunos um pouco mais de conhecimento sobre o 'mundo louco' do cinema e das mídias digitais. Além de muito divertida, a atividade se mostra como um fantástico pontapé inicial para os admiradores da arte cinematográfica.

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR E-MAIL  PARA festivalcurtacoremas@gmail.com ou kennelpaulino@gmail.com


FOTOS


Atuação para cinema e tv


Oficina Linguagem Audiovisual